frutas, aromas varietais

Notas Varietais

Chardonnay

O sabor deste varietal é difícil de definir. Vinhos de vinhedos de alto rendimento são neutros, enquanto uma garrafa de vinhedos nobres pode exibir uma gama maior de sabores do que qualquer outra uva branca. Jovem tem gosto de maçã verde. Vinhos mais maduros de climas frios têm sabores de pera, limão e toranja, nozes e biscoitos, manteiga, mel e pipoca. Em climas mais quentes tornam-se tropicais, com manga, creme, banana, abacaxi, melão e pêssego, além de caramelo e mais manteiga, mel e torradas.

Sauvignon Blanc

Gosto da groselha, pimentão verde, o maracujá e o kiwi com casca de limão. Se você gosta de sabores mais maduros, este varietal pode apresentar pêssego branco, nectarina e melão que mascaram o excesso de acidez. Em Sancerre e Pouilly-Fumé costumam ter um toque mineral.

Merlot

Os melhores exemplos, são suculentos e sedosos, com taninos aveludados. “Suave” é uma palavra frequentemente usada. Os sabores de frutas podem ser de morango, framboesa, cereja preta, groselha preta, ameixa ou figo. Também pode mostrar especiarias como canela e cravo e um toque de sândalo e trufas, tabaco, alcaçuz e nozes torradas. Em climas mais quentes podem dar sabores de frutas cozidas, nos frios, notas de violetas, mentoladas e herbáceas. Pode ter notas achocolatado ou de café. Pode ser complexo e aveludado ou estritamente frutado. 

Cabernet Sauvignon

Os vinhos jovens têm gosto de cereja preta e groselha preta. Os vinhos maduros adicionam o nariz clássico de aparas de lápis, cedro e caixas de charuto. Em frutos de maturação mais curta, exibe uma nota vegetal como pimentão verde que pode ser predominante. Os sabores e aromas que costumam agradar são os de tabaco, menta e eucalipto, e frutas como amora e cereja preta. 

Syrah / Shiraz

Quando jovem pode apresentar aromas de flores como cravos e violetas assim como fumaça de lenha, talvez com alguns raminhos de alecrim jogados no fogo, framboesas, amoras e groselhas pretas. Com o passar do tempo, ganha cheiros a couro, um caráter quase achocolatado e um cheiro de violetas e tabaco. Na Austrália, os sabores são mais cremosos e achocolatados, com groselha preta e cereja preta. 

Malbec

Costuma ter uma cor púrpura escura e um aroma intenso de ameixa, um sabor e textura exuberante e volumosa de fruta escura e uma estrutura tânica madura. Em Cahors, costuma ser mais austero e o sabor mais provável é o de passas e tabaco. 

Carmenère

Sua baixa acidez da confere uma fruta realmente doce. Quando maduro, tem sabores de amora, ameixa preta e especiarias, taninos ricos e redondos e uma maravilhosa variedade de sabores como café, carnes grelhadas, aipo e molho de soja. O principal desafio de enólogos é manter os aromas de pimentões verdes sob controle.

Pinot Noir

Os melhores vinhos podem inspirar palavras como complexo, etéreo ou profundo e notas como as de morango, cereja preta, caça, couro, cogumelos. Os vinhos mais simples são os mais fáceis de descrever e descrições de morango são frequentes. Tem baixo teor de tanino. Os exemplos mais finos podem apresentar um toque de incenso e especiarias. Os vinhos maduros ganham sabores de couro e fumaça de madeira, e vegetação rasteira.

Carrinho de compras