Vinho, churrasco e grelhados

Sugestões de vinhos para churrasco e grelhados

É comum acompanharmos o nosso tradicional churrasco com aquela cerveja gelada ou talvez uma deliciosa caipirinha. São bebidas que costumam harmonizar com as carnes, são refrescantes e que vão muito bem com a temperatura dos trópicos. A acidez de uma tradicional caipirinha e a carbonatação da cerveja ajudam a cortar a gordura da carne. A baixa temperatura de ambas, refrescam a deliciosa atividade e o álcool ajuda a embalar o evento que é normalmente acompanhado de pessoas queridas. 

Mas a verdade é que o vinho é muito mais versátil para combinar com o churrasco. Todos eles têm acidez, os tintos têm taninos que são perfeitos para cortar a gordura e as proteínas da carne, os brancos e espumantes tem uma dose extra de acidez para limpar a boca para a próxima garfada e oferecem a refrescante temperatura em que normalmente são servidos, e se procurarmos um pouquinho, é fácil encontrar o estilo ideal para todos os gostos. Escolher um bom vinho para churrasco pode realmente realçar o evento.

Por favor, liberte-se do maldito dogma que criamos no Brasil que o vinho é uma bebida aristocrática adequado apenas para momentos especiais. Em todos os lugares onde o vinho faz parte da cultura local, ele é consumido em todas as ocasiões. Ele não foi produzido para ser bebido usando roupa social enquanto conversamos sobre assuntos importantes.

Abrace o propósito do churrasco também na hora de flexibilizar as “regras” do vinho. Adapte-se. É melhor fazer algumas concessões do que renunciar a uma das melhores combinações para um churrasco. 

Se o dia estiver quente, é perfeitamente aceitável esfriar seus vinhos tintos. Mesmo os vinhos tintos mais estruturados, que normalmente são melhores em temperaturas na casa dos 18°C, podem ser servidos um pouco mais frios. Sirva doses menores para ter sempre um vinho fresco em sua taça. Caso queira uma dose adicional de segurança em torno da criançada use as taças de polipropileno ou copos que geralmente são para outras bebidas. Sim, o vinho pode perder um pouco, mas você não está ali para fazer uma degustação técnica.

Claro, você deve beber o que bem entender, mas algumas sugestões podem elevar ainda mais a experiência. Como sempre, pense nos sabores e características da comida. Como já mencionado, mais gordura pede por mais taninos. Varietais e estilos com uma acidez mais elevada, também auxiliam neste propósito. Para carnes mais delicadas, vinhos mais delicados. Vinhos que destacam a fruta são preferíveis a vinhos com notável presença de madeira. Espumantes e vinhos roses são os maiores coringas para harmonização com o churrasco. Explore!

Para comidas mais picantes, pode-se optar por tintos ou brancos mais suculentos com um toque de doçura, como Riesling meio seco, por exemplo. Pinot Gris mais estruturados, por exemplo, podem funcionar melhor se o seu peixe grelhado tiver sabores inspirados no Sudeste Asiático.

Para ser mais específico:

  • Carnes tradicionais – Malbec, Syrah / Shiraz, Tempranillo
  • Hambúrgueres – Zinfandel, Grenache, Côtes du Rhône, Cabernet Sauvignon
  • Salsichas – Tempranillo, Gamay, Pinot Noir
  • Frango – Chardonnay de clima mais quente
  • Costeletas de porco – Valpolicella, Barbera, Riesling, rosé seco
  • Peixes gordos como Salmão – Champanhe Rosé, Pinot Gris, Pinot Noir 
  • Espetos de vegetais – Chenin Blanc (estilos mais frescos), rosé seco, Gamay

Claro, é improvável que você vá comprar 10 tipos de vinho para cada uma das carnes e acompanhamentos servidos. Existem alguns vinhos que são bastante versáteis que atendem a muitos requisitos para um ótimo churrasco.

Esses incluem:
  • Malbec
  • Tempranillo
  • Syrah
  • Pinot Noir
  • Gamay
  • Rosé Seco
  • Riesling
  • Champanhe e outros vinhos Espumantes 

Texto originalmente postado na Onivino

Carrinho de compras